quarta-feira, 7 de abril de 2010

TAPIOCA

Podia dizer que já não me lembro de comer tapioca mas não é verdade.

Lembro-me de ser pequena e comê-la, poucas vezes é certo, feita pela minha avó materna. Eu ficava meia desconfiada a olhar para aqueles grãos translúcidos, que me pareciam olhos de peixe, mas que acabava por comer seduzida pelo doce e pela canela.

Talvez por isso quando andava às compras naquele supermercado espanhol que conhecemos, na secção dos produtos japoneses, não resisti ao pacotinho do que pareciam ser bolinhas de esferovite pequenas e trouxe o pacote para casa.

Não é ser dondoca, não. Eu sei que há tapioca à venda em qualquer supermercado, mas em embalagens de cartão onde não se vê o produto Os olhos também comem. Esta vinha num pacote de celofane, com umas lindas letras japonesas pintadas, as bolinhas ali a saltarem...! Pronto está bem, comprei e já está.

Ora vim para casa e resolvi matar saudades. Nunca tinha feito mas seguindo as instruções do pacote, mais umas invenções minhas, o resultado foi bem bom.



TAPIOCA

2 a 3 c. s. de tapioca por pessoa
1 lata de leite de coco
açucar mascavado a gosto
água
canela

Coloquei a tapioca de molho, no dobro de volumede água, durante uma hora (reduz o tempo de cozedura). Levei ao lume a cozer na água que sobrou e juntei-lhe a lata de leite de coco e o açucar. Em lume brando fui mexendo para não pegar. Como gosto das coisas cremosas e não secas juntei-lhe um pouco de leite normal. Deixei que ficasse translúcido por igual.
Deitei numa travessa e polvilhei com canela. Ficou excelente.

11 comentários:

Ana Powell disse...

Tenho que confessar que nunca comi, algo novo para exprimentar x

Gina disse...

Esse é o que chamamos aqui de sagu, que ficam transparentes à medida que cozinham. Já a nossa tapioca é bem diferente e fica perfeita com coco.
Bjs.

Eu Mulher disse...

Noémia, você acredita que eu nunca experimentei esse tipo de tapioca?! Só comi aquele outro tipo, do pó branco,hehehe.

Bjs

Suzi disse...

Também já fiz e adorei! Nunca tinha experimentado e fiquei fã! Delicioso! Beijinhos

Raspas de Laranja disse...

Eu nunca comi, nem sei a que sabe. :)
Está tudo bem contigo? Bjs

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde.
Eu adoro tudo que leva tapioca.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom dia para você.
Saudações Educacionais !

AndreaDomingas disse...

Oi Noémia!
Gostei de ver uma receita tão antiga e gostosa! Olha, no Rio de Janeiro chamamos estas bolinhas de Sagú. Lá tapioca é um produto bem diferente, como uma panqueca, feita com farinha de tapioca.

Bjs

Noémia disse...

Experimente Ana porque é muito bom!:)

Gina,sagu eu nunca ouvi falar, aqui só temos esta tapioca! :)

Ana, nem me fale do pó branco,esse nem cheguei a provar, só o banco do automóvel é que teve esse prazer,ahahaha!

Prova Zé, que é muito bom. Ando bem mas tenho andado meia fugida da visita aos bolgues.:)

Oh Silvana, eu gostei desta tapioca mas não sei fazer outras receitas, a não ser a mesma mas sem o leite de coco! ;)

Andreia, já percebi que aquilo que chamamos tapioca não é o mesmo que aí, não sei porquê!Será a nossa influência africana?:)

Noémia disse...

Suzi, ainda bem que gostou. É simples e diferente do arroz doce ou do creme de leite! :)

sandra disse...

Gosto muito, mas costumo fazer com leite normal! Também nunca tinha ouvido falar de "sagu"...

Cenourit@ disse...

Numa provei mas fiquei curiosa... Vou experimentar!

Beijocas***