sábado, 19 de Abril de 2014

PRIMEIRAS COLHEITAS

Não há nada melhor do que ir à horta, colher tudo fresquinho e ir em seguida para a cozinha  preparar os produtos colhidos. A comida até tem outro sabor e nós outra inspiração.
Estamos na época das ervilhas de quebrar ou tortas, como alguns lhe chamam, e também já há batatas novas, bem pequeninas mas óptimas.


Vai daí, lavei as batatinhas muito bem, ficaram logo sem casca, e levei-as a cozer em água com sal. Juntei-lhes depois as ervilhas só para dar uma fervura.
Enquanto coziam, levei 2 c.s. de azeite ao lume numa frigideira, juntei-lhe cebolinho picado,bacon cortado fino, tomilho e alecrim mexendo de vez em quando.
Escorri as batatas e ervilhas e deitei-as na frigideira, sacudi bem para misturar tudo, juntei um bom bocado de manteiga e fui mexendo para encorporar. Por fim acrescentei 2 c.s. de natas e pimenta moída na hora.


Huuummmm, maravilha!
As ervilhas é que eram tão tenras, bem diferentes das do supermercado, que nem deviam ter sido cozidas e ir directamente para a frigideira para ficarem mais rijas.
Servi com costeletão grelhado, deixando a carne repousar depois de grelhada, num molho de azeite, raspa e sumo de limão, com dois dentes de alho esborrachado.

quinta-feira, 17 de Abril de 2014

LULAS COM CAMARÃO

E porque este sol e calor já nos abre o apetite para uns passeios na praia, para uma cerveja fresca na esplanada  e para uns jantares românticos leves e com sabor a mar, fui para a cozinha e fiz este prato rápido e saboroso.


Enquanto cozia o esparguete em água com sal,um fio de azeite e um dente de alho, levei uma frigideira ao lume com 3 c.s. de azeite, cebolinho cortado fino, pimento vermelho aos cubinhos e malagueta fresca às rodelas.
Depois de saltear um pouco, juntei 6 lulas médias, frescas, limpas e cortadas em argolas, fritei um pouco, juntei 400gr de camarões frescos descascados, uns raminhos de tomilho, duas hastes de hortelã cortada, meio copo de vermute, sal e pimenta, mexendo entre cada adição.
Tapei e deixei reduzir um pouco.
Escorri o esparguete, foi tudo à mesa separado. Depois de servir polvilhei generosamente com quatro queijos ralados.
Maravilha, com sabor a Verão...

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

TEMPUS FUGIT

Já tinha saudades destas manhãs de sol, de brisa fresca a anunciar o calor da tarde.
Depois de tanta chuva já nem me lembrava como eram!


Já tinha saudades de pegar nos meus trapinhos e criar algo  de útil, de estar descontraída, de descansar, de não pensar em nada...




domingo, 13 de Abril de 2014

HUMMINGBIRD CAKE

Sábado de sol, de quinta, de descanso, de visita de amigos, de muita conversa e de cozinhados a quatro, enquanto se petisca um presunto e bebe uma cerveja.
Resultado, um jantar muito bom e uma sobremesa melhor ainda. 
Este é um daqueles bolos tipo sopa de pedra.
Leva de tudo o que o faz húmido, saboroso, grande e calórico.
A receita deu-ma a minha amiga Isabel e este foi feito por ela, com uma mãozinha minha, na batedeira.


Ingredientes
3 chávenas (cháv.) de farinha sem fermento
2 cháv. de açúcar
1/2 colher de chá (c.c.)de sal
2 c.c. de bicarbonato de sódio
1 c.c. de canela
3 ovos
1 1/4 cháv. de óleo vegetal
1 1/2 c.c. de essência de baunilha
1 lata (220 gr) de ananás, bem picado
1 cháv. de nozes pecãs picadas (usei nozes normais)
2 cháv. de bananas maduras esmagadas
Cobertura de Queijo Creme
450 gr de queijo creme
4 cháv. açúcar em pó
1 cháv. de manteiga sem sal, amolecida
1 c.c. de essência de baunilha

Com a batedeira, misture o queijo creme, o açúcar e a manteiga em velocidade baixa. A seguir, aumente a velocidade e bata até formar um creme. Reduza a velocidade de novo, adicione a baunilha, e volte a aumentar a velocidade
Junte a farinha, o açúcar, o sal, o bicarbonato de sódio e a canela. Adicione os ovos e o óleo. Mexa com uma colher de pau até os ingredientes ficarem húmidos. Junte a baunilha, o ananás em polpa, as nozes, e as bananas por último.
Verta a massa para três formas redondas untadas e enfarinhadas de 22 cm ( Nós fizemos em 2 de 26 cm ). Coza durante 25/30 minutos em forno quente (180º), ou até que um palito inserido no centro saia limpo.
Deixe arrefecer durante 10 minutos, em seguida, desenforme.
Deixe arrefecer completamente antes de cobrir com o queijo creme.


quinta-feira, 10 de Abril de 2014

21 ANOS

Faz hoje vinte e um anos que nos diplomamos para toda a vida, eu com o grau de mãe e tu de filhotinho querido.
Parece que foi ontem e já lá vão vinte e um anos de uma relação feliz e carinhosa. 
Espero que a vida te sorria sempre, que se cumpram todos os teus sonhos e que tenhas toda a felicidade do mundo.


terça-feira, 8 de Abril de 2014

FOCACCIA

Não me canso de fazer estas focaccia
pode-se fazer com o que tivermos mais à mão, azeitonas, queijo de qualquer tipo, bacon ervas variadas ou o que a imaginação nos ditar.
E depois, sabem sempre bem, agradam a todos e acabam-se num instante...



quinta-feira, 3 de Abril de 2014

ALMÔNDEGAS COM GRÃO

Estes fins de semana que continuam chuvosos e frios, vão sendo inspirados pelo 24 kitchen. Vou vendo os programas na descontração do sofá, à lareira, sim lareira porque a Primavera nunca mais chega, com um ou outro trabalho entre mãos. Assim, vai-me ficando uma ideia ou outra mas, sem receita apontada, quando vou para a cozinha faço à minha moda e com as coisas que vai havendo lá pela despensa, frigorífico e horta.
Este é mais um prato simples e rápido.



400 gr de carne picada
1 c.chá de garam masala
azeite
1 cebola
1/2 ramo de salsa
2 dentes de alho
400 gr de grão de bico (2 frascos)
350 gr de polpa de tomate

Numa tigela mistura-se a carne picada com o garam masala, sal e pimenta. Divide-se em dois, cada metade em mais dois e assim sucessivamente até obter umas 16 almôndegas.
Deitam-se numa frigideira quente com muito pouco azeite e vai-se fritando, virando de todos os lados até estarem tostadas.
Numa panela deita-se azeite, a cebola picada, os dentes de alho, refoga um pouco e acrescenta-se o grão de bico, mexe-se e deita-se a polpa de tomate. Estufa um pouco e já está.
Numa travessa deita-se o grão, colocam-se as almôndegas no meio, polvilha-se com a salsa e por cima deita-se yogurte natural.

quinta-feira, 20 de Março de 2014

BIFES DE FRANGO COM SALTEADO DE ERVILHAS

Mais uma receita de James Oliver, vista num destes sábados, no 24 kitchen. 
Rápida, 15 minutos no total, é uma receita bastante saborosa e convidativa, própria para a preguiça do fim de semana.


Colocam-se os peitos de frango, cortados lateralmente ou não, num papel vegetal. Temperam-se com sal, sumo de limão, pimenta e alecrim, tapam-se com o resto do papel e batem-se com qualquer coisa pesada, para ficarem achatados e o tempero penetrar.
Salteiam-se numa frigideira com azeite e deixam-se tostar bem dos dois lados.
Para o acompanhamento deita-se um fundo de azeite num tacho e salteia-se alho francês cortado à rodelas, acrescentam-se ervilhas congeladas (são mais tenras) e por fim folhas de espinafres. Tempera-se a gosto e já está! 
Acrescentei uma noz de manteiga às ervilhas antes de servir bem quente.

terça-feira, 11 de Março de 2014

SOPA DE ABÓBORA

Uma destas noites, vi no Masterchef Australia, na SIC mulher, uma aula de culinária em que Matt Preston ensinava a fazer uma sopa de abóbora simplificada. Era a sua versão desta sopa, pelos vistos, tão emblemática na Austrália.
Pegando nos ingredientes que havia cá por casa, que não eram bem os mesmos que ele usou, fiz eu esta versão e, sinceramente, ficou bem gostosa e é para repetir muitas vezes. Pelo menos lá para o Outono...


SOPA DE ABÓBORA

1 maçã partida aos quartos e sem caroço (como não tinha usei uma batata doce)
Abóbora partida em fatias (ele usou uma verde, eu usei 1 abóbora manteiga)
3 dentes de alho descascado
cebola descascada fatiada
bacon cortado em pedaços
1l de caldo de carne( usei de legumes)
sementes de girassol (usei de sésamo)
sal, pimenta, noz moscada e azeite

Coloca-se tudo num tabuleiro e vai ao forno a assar, regado com azeite.
Quando está tudo cozinhado, retira-se do forno, separa-se a casca da polpa aproveitando apenas esta última.
Passa-se tudo com a varinha mágica, bem fino, acrescentando caldo de carne até ficar um creme da consistência desejada (eu usei de legumes porque a minha filha é vegetariana). 
Rectificam-se os temperos com sal, pimenta e noz moscada. 
Antes de ir à mesa, polvilha-se com uma mistura de bacon caramelizado numa figideira com duas colheres de açúcar mascavado e sementes de girassol (como não tinha usei sementes de sésamo e ficou muito bem). 
Ele acrescentou umas folhas de salva que me pareceram fritas mas eu não usei mais nada e ficou ótima!



domingo, 9 de Março de 2014

SAUDADES

Ai que saudades do sol, de ir um fim de semana inteirinho para a quinta, de passear e fotografar as flores, de brincar com os meus cães, de respirar fundo, despreocupada e em paz


Que saudades de ouvir os passarinhos, sentada ao sol, livro na mão, encaixar uma soneca nessa preguiça, ver o por do sol e cozinhar...Ah! Cozinhar, sábado à noite, há já tanto tempo que o não fazia!

sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

CHOCOLATE

Um quilo de chocolate sortido!
Saborosos, finos, cada um com seu recheio e tipo de chocolate diferente, maravilhosos...
E, porque esta chuva não acaba nunca, a crise também não, o trabalho mata-nos e o chocolate aumenta a serotonina, melhora o humor e o prazer que evitam a depressão...
Então porque não?






quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014

DEDICATÓRIA

O meu querido marido faz hoje anos.
Não há muito clima de festa mas há sempre tempo para um bolinho e um apagar de velas.
E cantar os parabéns!


"Quero ser o teu amor amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amor amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias..."
                                          Fernando Pessoa