segunda-feira, 1 de julho de 2013

SOPA DE BACALHAU COM POEJO

Sopa é coisa que não apetece muito com este calor mas não resisti em usar o meu poejo, que está  na horta das aromáticas, viçoso, perfumado e a gritar comam-me.
Vai daí, aquilo que me pareceu mais evidente foi fazer uma sopa de bacalhau, alentejana, com muito poejo.


Fervi uma posta de bacalhau demolhado em água com sal, lasquei-o e reservei.
No fundo de tigelas coloquei pão rústico cortado às rodelas, esfregado com alho.
Num tacho deitei azeite, uns dentes de alho e cebola picada, alourei um pouco.
Adicionei tomate aos pedaços, sem pele nem sementes, um pouco de polpa de tomate, a água de cozer o bacalhau e um molho de poejo picado.
Rectifiquei os temperos, sal e pimenta.
Por fim juntei o bacalhau e um ovo batido para ficar esfarrapado.
Deitei uma boa porção deste caldo, a ferver, em cima do pão e servi de imediato.
A explicação do processo parece morosa mas o caldo faz-se num instante.
Bom apetite!

2 comentários:

Leonor Cerveira disse...

Olá...
Que fantástico aspecto :)...
Beijocas
Leonor

http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

Noémia disse...

Obrigada Leonor e muito saborosa também! :)