quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

DOCE DE DAMASCO

As rajadas de vento sacodem violentamente as janelas.
A chuva cai em bátegas pré-diluvianas escondendo a paisagem.
O mar enfurecido salta em ondas enormes que parecem engolir praias, rochas, farol, num clamor ribombante...
É o Inverno em toda a sua pujança!
Como sabe bem a segurança e aconchego do lar, sabendo que hoje já não é preciso enfrentar mais a intempérie!
E o que pode saber melhor numa altura destas?
Nada como um doce acabadinho de fazer para acompanhar com pão rústico e um chá!


Tinha no congelador uns dois quilos de damascos que guardei dos excessos produtivos da quinta, no Verão. Peguei num quilo e fiz doce, assim a olho, pelo prazer de sentir o cheiro da compota e o calor do fogão.

DOCE DE DAMASCO

1 kg de damascos
sumo de uma laranja
1/2 kg (ou menos)de açúcar mascavado
1 estrela de anis
4 cravinhos
meio pau de canela

Levei tudo ao lume e fui mexendo até engrossar e ganhar consistência.
Não precisa de muito tempo. 

Distraí-me e a fruta ficou desfeita.
Para a próxima deixo-o menos tempo pois gosto de encontrar pedaços.
Fica com um sabor excelente!

2 comentários:

Ana Powell disse...

Adoro este fruto pela sua polpa consistente e tão versátil na gastronomia. Excelente na confecção de licores, geléias, pavês, sorvetes e sumos.
Feliz semana ☻

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

têm bom aspecto com uma consistência maravilhosa,gostei muito bjokinhass