quarta-feira, 8 de outubro de 2008

FEBRE DAS MEIAS



A febre das meias chegou!
Tenho visto em vários blogs, nacionais e estrangeiros, que as meias feitas de várias agulhas, estão na moda.

Lembro-me perfeitamente de ver as nossas mulheres, sobretudo as de Trás-os-Montes e das Beiras, sempre com o trabalhinho debaixo do braço. Iam fazendo meia enquanto iam levar ou buscar os animais ao campo, as pastoras enquanto andavam com o rebanho pelos montes. Todas elas, quando tinham um tempinho livre, sentavam-se na soleira da porta e faziam meia enquanto conversavam umas com as outras ou com quem passava. Sim, que mulher que se preze não estava de braços caídos sem fazer nada!
Para mim sempre foi um mistério como é que se podia trabalhar com tantas agulhinhas. Devia ser uma complicação!

Só que, quando se me mete alguma coisa na cabeça, não desisto.
E esta moda das meias já andava a mexer comigo... Namorei várias vezes as agulhinhas e as lãs da Rosa Pomar... Vai daí, não resisti. Comprei umas agulhas muito em conta num supermercado, e , com uma lã que andava cá por casa, resolvi aprender antes de encomendar as lãs lindíssimas da Retrosaria.

5 comentários:

sandra disse...

És muito corajosa! Eu não me atrevo! Parece-me complicado!

ameixa seca disse...

Isso já é muita habilidade... eu nem me atrevo :)

Noémia disse...

Ameixa e Sandra parece complicado mas é mais simples do que parece. Atrevam-se. É preciso é seguir a receita para o calcanhar.

Bergamo disse...

Para mim já um mistério o uso de duas agulhas. Imagina três!!!
Prefiro mexer com as colheres mesmo...rsrsr

Noémia disse...

Pois é, Bergamo só que são 4 agulhas!É realmente mais fácil com as colheres. :)