quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

BOOKS

Sempre gostei de oferecer presentes personalizados...e nem sempre o faço.
Também desde sempre valorizei mais o que é feito à mão, com amor, dedicação e investimento de tempo, do que aquilo que se compra em cinco minutos, numa qualquer loja de shopping.
Claro que, como nem toda a gente pensa como eu, é preciso cuidado na escolha das pessoas a quem se oferece esse tipo de coisas tão pessoais!
Este ano resolvi oferecer a duas amigas minhas um "zap book" para as receitas de culinária, com capas de tecido bordadas e feitas por mim, personalizadas e diferentes uma da outra, claro! Nos anos anteriores ofereci-lhes sempre peças da Vista Alegre mas não lhes vi nunca um entusiasmo por aí além...



Dentro, a primeira receita já ia escrita, ilustrada e pintada em aguarela, por mim.
Acho que elas gostaram.
A mim deu-me muito gozo fazê-los e cada ponto foi dado com um gosto especial , com amizade, que é o verdadeiro presente neles escondido.

5 comentários:

ameixa seca disse...

Que ideia fantástica :)

Noémia disse...

Obrigada! :)

Cláudia M. disse...

Lindo! E sem dúvida muito mais cheio de sentimentos do que uma peça Vista Alegre (sem lhes tirar o mérito, claro, poix que o têm). :))
Mas a minha amiga anda tão moderna, que eu nem a entendo! Ele é zap book, ele é Fair Isle, valha-me Deus! Serei eu que estou desactualizada? :)))

Feliz Ano Novo!

Luna disse...

Que lindas!!

Noémia disse...

Cheio de sentimentos estão, espero é que elas pensem como tu, Cláudia!
Já sabes como eu sou moderna,querida, eu é zaps prá lá e zaps pra cá! Ihihihihi!
Quanto ao fair isle mete no google, em imagens e ficas logo a perceber do que é que eu estou a falar! Está na moda. :)

Obrigada Luna!