sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

XAILE KIRI

Ora aqui está o trabalho de algumas das minhas horas livres, durante esta semana: o xaile Kiri.
Vi-o ao pescoço de algumas das tricotadeiras do Porto, no passado sábado, e achei-o muito bonito mas complicado. 


Apesar das explicações que me deram, continuei a achá-lo bastante complicado porque uma coisa é fazer, outra coisa ver (neste caso ouvir) como se faz.
Vim para casa com aquela lã pumpkin, tão linda, a pensar no que iria fazer, vai daí, procurei na net e apareceu-me a explicação em português do dito cujo xailinho.
Foi na hora, comecei a fazê-lo e digo-vos já que continua a ser complicado. É preciso seguir o esquema escrupulosamente, carreira a carreira (são todas diferentes) e estar bem atenta.
No entanto acho que vale a pena o trabalho porque é um desafio daqueles que eu gosto e o resultado é bem bonito!

2 comentários:

Cenourit@ disse...

A lã é linda!(eu sei que já tinha dito)
O xaile está um mimo e nem imagino o trablaho que dá, mas valorizo e muito :)

Beijocas***

Noémia disse...

Isto só para quem não tem pecados,hihihihi. É preciso estar com muita atenção e estou sempre a desfazer. :)